• w-facebook
  • w-googleplus

O espetáculo se inspira no poder evocador da história em quadrinhos. Ele propõe uma coreografia baseada na sucessão de imagens que tecem fortes ligações entre cores e sentimentos.

Do ponto de vista cenográfico, o cenário responde a estrutura de uma página de história em quadrinhos. Cinco personagens espertos, infantis, em harmonia, cada um caracterizando várias emoções e representando uma cor : verde, amarelo, vermelho, azul e preto. Os cinco personagens  escapam de um quadro e abordam com humor e leveza temas universais, como preconceito, integração e exclusão. E de uma forma geral as relações humanas.

Os intérpretes evoluem ao centro de uma música ritmada por percussões corporais.

Esta música rica em sonoridade e sobretudo criativa, não esquece os ruídos e onomatopéias que animam as histórias em quadrinhos.

A narração não linear se apoia em certos quadros e imagens, mas deixa o campo livre à interpretação do público.

 

« As cores possuem diversos significados, que influenciam profundamente nosso meio ambiente, nossa linguagem e nosso imaginário. Elas tem uma história que deixou rastro até mesmo no nosso vocabulário ; não é por acaso que dizemos vermelho de raiva, riso amarelo, branco de medo, ....» Dominique Simonnet.

Concepção e coreografia: Alex Sander dos Santos

 

Intérpretes: Fabiola Biasoli, Luciana Dariano, Leandro Villavicencio (em alternância com Alex Sander dos Santos ), Audrey Moeglin e Nicola Vacca.

 

Música: Barbatuques

 

Cenografia, figurinos & acessórios: LaboratoART

 

Confecção do cenário: Geneviève Brancourt et Maguy Duval

 

Apoio na produção: Ludovic Brancourt

 

Fotos: Renaud Ducoing

 

Em co-produção com a associação Arts et Proximité